Campeonato Brasileiro Pista Será Velodromo Aberto Em Curitiba.

velodromo-rio-2016

Roberto Salim colunista do UOL esporte divulgou uma matéria, falando do campeonato Brasileiro de pista que não irá acontecer no Velódromo do Rio,mas sim em Curitiba em um velódromo aberto e com pista de cimento em péssimas condições de uso.

Veja na integra a notícia e a entrevista com o presidente da FECIERJ (Federação Ciclismo  Estado Rio Janeiro) onde ele coloca o dedo na ferida e aponta os culpados.

”Bom dia, o próximo campeonato brasileiro será disputado em Maringá, em velódromo a céu aberto.Eu me pergunto: e o velódromo olímpico, novinho em folha?”

Se contar fora do Brasil, que eu recebi este recado através de um e-mail enviado de São Paulo, vão dizer que é mentira. Que é uma vergonha!

Mas é a mais pura verdade: o campeonato brasileiro de pista 2016, da elite e do paraciclismo, vai ser realizado de 10 a 14 de outubro, no velódromo do Complexo Esportivo Municipal de Maringá.

”Ué” — diria qualquer pessoa sensata — ”o velódromo olímpico do Rio de Janeiro não tem condições de uso?”

Tem sim. Pode ser ocupado a qualquer momento. Custou cerca de 150 milhões de reais. Tem piso de madeira importada. Foi usado com sucesso na Olimpíada e nas Paralimpíadas.

E agora fica fechado, enquanto o campeonato nacional será disputado em uma pista descoberta e de cimento. É o tal do legado… do elefante branco…

Por que será?

Com a palavra o presidente Cláudio Santos, da Federação de Ciclismo do Rio de Janeiro, que tem sérias acusações a fazer.

UOL – Por que o campeonato brasileiro será realizado no velódromo de Maringá?

Cláudio Santos – Porque a um bando de canalhas não interessa fazer a competição no Rio de Janeiro. A Confederação Brasileira de Ciclismo tem todo um esquema lá na cidade paranaense… esquema de dinheiro entendeu?

UOL – Mas o velódromo olímpico do Rio de Janeiro tem algum problema? Não pode receber competições?

Cláudio Santos –  Claro que pode. É o melhor da América Latina. É um dos melhores do mundo. Após os recordes obtidos durante a Olimpíada e as Paralimpíadas foi considerado o mais veloz do mundo.

UOL – Então por que não será usado?

Cláudio Santos –  Não tem explicação. Se perguntar na confederação não terão o que dizer, porque o velódromo de Maringá é um lixo se comparado ao olímpico. Aqui pode cair granizo, que a competição será realizada.

UOL – E lá?

Cláudio Santos – Lá, se chover não vai ter o evento entendeu?

UOL – Mas as condições da pista de Maringá são boas?

Cláudio Santos – O piso de cimento está todo esburacado. Se chover, como eu já disse, não tem prova.

E se fizer muito calor, o piso fica quente demais. Não tem desculpa para não fazer a competição no Rio.

UOL – Não dá para entender…

Cláudio Santos — Eu vou ser o mais claro possível: vai ser lá por causa da porra (sic) do dinheiro. A CBC tem esquema lá.

Fonte:uol esportes/Roberto Salim

Sobre blogdebicicleta

Ola! Sou Virsão, este blog é para ajudar a divulgar o ciclismo, mostrando todas as notícias, fatos, denúncias, provas sobre o esporte caso tenha alguma matéria ou fato a ser públicado nos envie que divulgaremos no blog.
Galeria | Esse post foi publicado em Calendário FPC, ciclismo, copa sao paulo ciclismo, federaçao paulista ciclismo, FPC, giro d'itália, media paulista ciclismo, MPC, mundial ciclismo, paris - roubaix, Postadas, resultados ciclismo, tour de france. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s