Copa São Paulo Ciclismo 2016 Normas e Procedimentos.

logo-cspc

 

CATEGORIAS OFICIAIS EDIÇÃO 2016 (Federados e Não federados):

 

*INFANTO/JUVENIL MASC…………………………………………………..Até 14 anos – (Nascidos até 2002)

JUVENIL MASCULINO…………………………………………………………..15 e16 anos – (Nascidos em 2000 e 2001)

JUNIOR MASCULINO …………………………………………………………..17 e 18 anos – (Nascidos em 1998 e 1999)

JUNIOR FEMININO …………………………………………………………….Até 18 anos – (Nascidas até 1998)

ELITE FEMININO …………………………………………………………19 anos em diante – (Nascidas abaixo de 1997)

ELITE MASCULINO ……………………………..19 anos em diante – critério técnico (Nascidos abaixo de 1997)

SUB-30 ………………………………………………………………………………..19 a 29 anos – (Nascidos de 1987 a 1997)

SENIOR A …………………………………………………………………………….30 a 39 anos – (Nascidos de 1977 a 1986)

SENIOR B …………………………………………………………………………….40 a 49 anos – (Nascidos de 1967 a 1976)

MASTER A …………………………………………………………………………..50 a 59 anos – (Nascidos de 1957 a 1966)

MASTER B …………………………………………………………………..60 anos em diante – (Nascidos abaixo de 1956)

MOUNTAIN BIKE ……………………………………………………………………………………Categoria única e livre idade

*A categoria Infanto/Juvenil contará pontos para o ranking CSPC somente quando tiver o mínimo de 3 participantes. OBS: Para todas as categorias consideradas de “Base” (Infanto/ Juvenil Masc, Juvenil Masculino, Júnior Masculino e Feminino), não poderão competir atletas que não apresentarem a documentação exigida em sua ficha cadastral.

 

TAXAS DE INSCRIÇÕES POR ETAPA – VALORES:

SITUAÇÃO CADASTRAL EM 2016 VALOR DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA
FEDERADOS (Doc. Completa) R$ 35,00 Apresentação da carteirinha ou o status de Filiação Confirmada! no site da FPC ou CBC
*FEDERADOS (Doc. Incompleta) R$ 40,00 Ficha cadastral  CSPC nova (ou já existente na CSPC) sem a  foto 3×4
NÃO FEDERADOS (Doc. Completa) R$ 40,00 Foto 3×4, cópia do RG, cópia RG do responsável (menor de idade) e atestado médico
NÃO FEDERADOS (Doc. Incompleta) R$ 50,00 Ficha cadastral nova (ou já existente na CSPC) sem alguma das documentações exigidas
Infanto/Juvenil (até 13 anos) Gratuito* *SOMENTE DOCUMENTAÇÃO COMPLETA

 

(*) Somente a condição de “Filiação Confirmada!” declarada na lista de filiados do site da Federação Paulista de Ciclismo ou Confederação Brasileira de Ciclismo é o que confirma a regularização do(a) atleta. Aquele(a) que estiver declarado(a) na lista de filiação do site da FPC ou da CBC na condição de “PENDENTE” por “dados não confirmados” ou “pagamento pendente” não serão considerados como atletas filiados.

PREMIAÇÃO EM CADA ETAPA:

CATEGORIAS: PREMIAÇÃO PONTUAÇÃO:
Infanto/ Juvenil Medalhas do 1º até o 5º colocado Mínimo 3 ciclistas
Juvenil Masculino Troféus do 1º ao 3º colocado – Medalhas para o 4º e 5º colocado 1º ao 5º lugar
Junior Feminino Troféus da 1ª à 3ª colocada – Medalhas para a 4ª e 5ª colocada 1º ao 5º lugar
Junior Masculino Troféus do 1º ao 3º colocado – Medalhas para o 4º e 5º colocado 1º ao 5º lugar
*Elite Masculino Troféus do 1º ao 3º colocado – Medalhas para o 4º e 5º colocado 1º ao 10º lugar
Sub 30 Troféus do 1º ao 3º colocado – Medalhas para o 4º e 5º colocado 1º ao 5º lugar
Elite Feminino Troféus da 1ª à 3ª colocada – Medalhas para a 4ª e 5ª colocada 1º ao 5º lugar
Sênior-A Troféus do 1º ao 3º colocado – Medalhas para o 4º e 5º colocado 1º ao 10º lugar
Sênior-B Troféus do 1º ao 3º colocado – Medalhas para o 4º e 5º colocado 1º ao 5º lugar
Master-A Troféus do 1º ao 3º colocado – Medalhas para o 4º e 5º colocado 1º ao 5º lugar
Master-B Troféus para o 1º e 2º colocados – Medalhas para o 3º até o 5º coloc. 1º ao 5º lugar
Mountain Bike Troféus do 1º ao 3º colocado – Medalhas para o 4º e 5º colocado 1º ao 5º lugar
Equipe Campeã 1 Troféu exclusivo em cada etapa. Todas

              CAMISA DE LIDER PARA TODAS AS CATEGORIAS.

             *Obs: Categoria Elite Masculino: bônus em dinheiro aos 3 primeiros colocados em cada etapa.

 

CALENDÁRIO 2016 (Com cidades confirmadas até 07 Fev. – sujeito a alterações): 

 

PROVA         DATA                   CIDADE/ Especificação
Promocional 14 – FEVEREIRO Copa Sesc Verão de Ciclismo – ARARAQUARA
Promocional 21 – FEVEREIRO Copa Sesc Verão de Ciclismo – CATANDUVA
1ª Etapa 06 – MARÇO JARDINÓPOLIS (Etapa de abertura 2016)
2ª Etapa 27 – MARÇO IPUÃ
3ª Etapa 10 – ABRIL ITÁPOLIS
4ª Etapa 24 – ABRIL  
5ª Etapa 08 – MAIO TABAPUÃ
6ª Etapa 29 – MAIO SERTÃOZINHO (5º GP Alessandro Coppe de Ciclismo)
7ª Etapa 12 – JUNHO  
8ª Etapa 26 – JUNHO BARIRI
9ª Etapa 10 – JULHO  
10ª Etapa 24 – JULHO  
11ª Etapa 14 – AGOSTO BRODOWSKI
12ª Etapa 28 – AGOSTO  
13ª Etapa 04 – SETEMBRO  
14ª Etapa 18 – SETEMBRO  
15ª Etapa 13 – NOVEMBRO  
16ª Etapa 27 – NOVEMBRO  
Promocional 11 – DEZEMBRO Prova Promocional Ciclismo ou Mountain Bike Maratona

 

         *Obs: As datas podem estar sujeitas à alteração, conforme solicitação ou necessidade dos organizadores e da Federação

Paulista de Ciclismo e não significa, necessariamente, que serão realizadas na sua totalidade.

 

PONTUAÇÃO PARA O RANKING DE CADA CATEGORIA POR ETAPA:

 

        CATEGORIAS: Elite Masculino e Sênior A:                    DEMAIS CATEGORIAS:

                     1º Colocado: 12 pontos                                     1º Colocado: 12 pontos

                     2º Colocado: 10 pontos                                     2º Colocado: 10 pontos

                     3º Colocado:   8 pontos                                     3º Colocado:   8 pontos

                     4º Colocado:   7 pontos                                     4º Colocado:   7 pontos

                     5º Colocado:   6 pontos                                     5º Colocado:   6 pontos

                     6º Colocado:   5 pontos

                     7º Colocado:   4 pontos

                     8º Colocado:   3 pontos

                     9º Colocado:   2 pontos

                     10º Colocado:  1 ponto

 

 

OBS: Nas categorias que são pontuadas até a 10ª colocação (Elite Masculino e  Sênior A), nenhuma premiação será estendida para o 6º até o 10º colocado.

 

CATEGORIAS DE BASE – LIMITAÇÕES DE CÂMBIOS OBRIGATÓRIAS –

METRAGENS E AFERIÇÕES OFICIAIS PERMITIDAS:

 

INFANTO/ JUVENIL – 6,22 Metros.ee

JUVENIL MASCULINO – 7,03 Metros.

JUNIOR MASCULINO e FEMININO – 7,93 Metros..

 

Tabela de metragens para limitação de câmbios (Categorias de base)

 

Número de dentes                                 Número de dentes da roda livre (catracas)

  na engrenagem

       ( Coroa )                  13        14       15       16       17       18        19      20       21      22       23        24

 

            41                      6.73     6.25    5.84    5.47    5.15    4.86     4.60   4.37   4.17   3.98     3.80     3.64

            42                    6.90     6.40    5.98    5.60    5.27    4.98     4.72   4.48   4.27   4.07     3.90     3.73

            43                      7.06     6.56    6.12    5.74    5.40    5.10     4.83   4.59   4.37   4.18     3.99     3.82

            44                      7.23     6.71    6.26    5.87    5.52    5.22     4.94   4.70   4.47   4.27     4.08     3.91

            45                      7.39     6.86    6.40    6.00    5.65    5.34     5.05   4.80   4.57   4.37     4.16     4.00

            46                      7.55     7.01    6.53    6.14    5.78    5.45     5.17   4.91   4.67   4.46     4.27     4.09

            47                      7.72     7.17    6.69    6.27    5.90    5.57     5.28   5.02   4.78   4.56     4.36     4.18

            48                      7.86     7.30    6.81    6.39    6.01    5.68     5.38   5.11   4.87   4.64     4.44     4.26

            49                    8.03     7.45    6.95    6.52    6.14    5.79     5.49   5.21   4.97   4.74     4.53     4.34

            50                      8.21     7.63    7.12    6.67    6.28    5.93     5.62   5.34   5.08   4.85     4.64     4.45

            51                      8.38     7.78    7.26    6.81    6.40    6.05     5.73   5.44   5.18   4.95     4.73     4.54

            52                      8.54     7.93    7.40    6.94    6.53    6.17     5.84   5.55   5.29   5.04     4.83     4.62

            53                      8.70     8.08    7.54    7.07    6.66    6.29     5.95   5.66   5.39   5.14     4.02     4.71

            54                      8.87     8.23    7.69    7.20    6.78    6.40     6.07   5.76   5.49   5.24     5.01     4.80

 

1 – A aferição antes do inicio da prova, ocorrerá sob a responsabilidade do atleta, do seu técnico ou responsável pela equipe e após o término da prova, sob a responsabilidade de um dos diretores ou assistentes da Copa São Paulo de Ciclismo, designados pelos mesmos.

 

2 – Sempre que houver menos de 5 participantes nas categorias de base, o(a) atleta que estiver com as suas marchas fora da aferição será REBAIXADO(A) PARA A ULTIMA COLOCAÇÃO (dentro da zona de pontuação), conforme a ordem de chegada.

 

Havendo mais de 5 participantes, o atleta não entrará na classificação, ficando excluído do pódio e da pontuação para o ranking da Copa São Paulo, não cabendo recurso junto aos diretores de prova ou comissão de árbitros.

 

DO PREENCHIMENTO DA FICHA DE INSCRIÇÃO:

Todos os inscritos durante as temporadas anteriores já estão com as fichas de inscrição digitalizadas, bastando somente assiná-la, apresentar a documentação exigida que estiver declarada no corpo de sua ficha cadastral e indicar o nome da equipe/clube que irá representar.

 

Será permitido realizar inscrições em uma categoria de Ciclismo (Speed) e outra na categoria Mountain Bike, mediante preenchimento das fichas de inscrições para cada categoria, assim como o pagamento das taxas de inscrições, devendo o atleta OPTAR em qual categoria irá competir naquela etapa, pois não será permitido disputar duas provas, mesmo que aconteçam em horários diferentes.

 

Para efeito de filiação à Federação Paulista de Ciclismo, a ficha de inscrição da Copa São Paulo de Ciclismo não substitui a ficha de inscrição exigida pela FPC e vice-versa. O atleta que optar filiar-se à Federação Paulista de Ciclismo deverá preencher a ficha de inscrição da FPC à parte, através do próprio site da Federação Paulista de Ciclismo (www.fpciclismo.org.br), anexando toda a documentação exigida por ela.

*Atletas menores de idade que apresentarem sua ficha de inscrição com documentação INCOMPLETA e sem a assinatura da pessoa que declarou-se como responsável, NÃO LARGARÃO SOB HIPÓTESE ALGUMA.

 

DA ESCOLHA DE CATEGORIAS:

As categorias da Copa São Paulo de Ciclismo estão filtradas de acordo com o respectivo ano de nascimento. Atletas abaixo de 18 anos não estão permitido(a)s competir em categoria Elite, ou qualquer outra de nível técnico superior, e os atletas com idade superior a 30 anos que desejarem competir em categoria que não corresponda com a sua idade poderá inscrever-se, tão somente, na categoria ELITE MASCULINO.

 

DAS DISTRIBUIÇÕES DAS CAMISAS DE LIDERES:

Os vencedores da 1ª etapa, por regra da própria Copa São Paulo de Ciclismo, sempre receberão suas respectivas camisas de líder somente na 2ª etapa da competição. Aquele que não comparecer na etapa seguinte, não terá direito ao ganho da camisa. O ausente perderá a “malha” conquistada e esta será passada para o novo líder da competição – regra que prevalece desde a 1ª edição da Copa São Paulo de Ciclismo.

 

Durante as etapas subsequentes, cada líder será posicionando 01 metro a frente do pelotão de sua categoria. Todo ciclista que perder a liderança deixa de usar a camisa conquistada, e o novo líder ganhará a sua camisa durante a entrega da premiação no pódio, devendo vesti-la. O ciclista que reconquistar novamente a liderança deverá largar novamente com a camisa já conquistada em etapas anteriores.

 

RECLAMAÇÕES E OUTROS RECURSOS CONTRA RESULTADOS:

Toda reclamação ou recurso contra resultados serão aceitos até o momento da entrega da premiação no pódio. Após o encerramento definitivo da competição com a premiação encerrada e a classificação já computada, a direção da Copa São Paulo de Ciclismo não acolherá nenhum tipo de reclamação ou recursos posteriores, mesmo que seja comprovado erro de arbitragem por meio de filmes, fotos ou qualquer outro tipo de imagem, prevalecendo o resultado e a classificação tacitamente aceita pelo ciclista no pódio.

 

Em caso de pane, queda de energia, mau funcionamento ou inutilização total do photofinish por desastre involutário, a organização acolherá, para análise, outras imagens de fotos, filmes ou similares disponíveis. Na ausência de qualquer tipo de recurso tecnológico, ou a imagem apresentada for insuficiente para um resultado mais apurado, prevalecerá a ordem de chegada anotada pela arbitragem.

 

PERDA OU ESQUECIMENTO DE NÚMEROS NA TEMPORADA 2016:

Todo atleta que perder o seu número de identificação ou vier a ser danificado acidentalmente, solicitamos que comunique os organizadores com até 1 semana de antecedência de cada competição, para que possamos confeccionar outro número idêntico, SEM CUSTO ALGUM AO INTERESSADO, que retirará o número refeito no momento que assinar a súmula.

A não apresentação do número no dia da competição acarretará uma taxa/multa no valor de R$ 70,00. Por isso verifique se o seu número está em perfeita ordem e entre em contato para pedir outro, se for necessário.

A utilização de outro número que não seja o original da Copa São Paulo de Ciclismo/ CSPC, de qualquer outro campeonato, torneio ou liga, implicará no impedimento da competição do atleta, no momento do alinhamento da largada e na conferência dos numerais, ou na desclassificação imediata durante a prova, caso ele tenha largado atrás do seu pelotão.

DOS CICLISTAS AVULSOS E SUAS VESTIMENTAS:

Todos os ciclistas avulsos poderão transferir-se para algum clube ou equipe no decorrer do campeonato, porém, enquanto avulsos deverão competir com camisas neutras, sem nenhuma propaganda ou nome de cidade, e também NÃO PODERÃO COMPETIR VESTIDOS COM UNIFORMES DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE CICLISMO, SELEÇÕES ESTRANGEIRAS, EQUIPES INTERNACIONAIS UCI CLASSE “PRÓ-TOUR” E “WORLD TOUR”, como também a camisa de “campeão mundial de estrada” (cujo uso em competições é de exclusividade do atleta que possui esse título). O ciclista que vier portando os uniformes especificados abaixo será obrigado a vesti-los do avesso.

 

 

DO ACESSO AO PÓDIO:

O atleta deverá subir ao pódio com o seu uniforme completo de competição, sendo proibido subir com bermudões, shorts, camisetas comuns e chinelos. Quem vier ao pódio com outro traje que não seja os de ciclismo, será convidado a descer, onde premiaremos a categoria posterior. Se insistir será advertido por escrito no boletim de resultados e a foto de sua imagem será apagada com uma tarja preta nos meios de comunicação da Copa. Apenas um agasalho do seu clube/equipe é permitido em caso de etapas com chuva ou frio.

 

Persistindo a indevida apresentação em outra etapa, será penalizado com a perda de pontos, podendo chegar a desclassificação total se o fato constituir conduta desrespeitosa com o público ou a arbitragem.

uniformes

AQUECIMENTOS NA PISTA:

Não será tolerado aquecimento na pista EM ÁREA QUE ESTEJA ATRAPALHANDO O ANDAMENTO DA COMPETIÇÃO E O CONTROLE DE ARBITRAGEM DA PROVA. Todo atleta que estiver realizando seu aquecimento e for solicitada a sua retirada da pista, este deverá acatar imediatamente. Persistindo o aquecimento, seu número será notificado e estará sujeito a uma penalização com largada de 10 segundos de atraso de sua categoria (em caso de solidariedade de todos os atletas daquela categoria em favor do infrator, o tempo será aumentado para 20 segundos) observando que ao tomar volta do primeiro atleta em fuga de sua categoria, será obrigado a encostar imediatamente.

OBS: A COPA SÃO PAULO DE CICLISMO e a sua arbitragem obedece às regras básicas da modalidade, estabelecida pelos órgãos máximos que a regem, quais sejam: Federação Paulista de Ciclismo (FPC), Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e a União Ciclística Internacional (UCI), para competições do gênero, no que se refere as questões disciplinares, tendo autonomia, portanto, para estabelecer regras próprias, como as que seguem abaixo, referentes à Categoria Mountain Bike e outras, estabelecida pela organização:

 

REGULAMENTO ESPECÍFICO PARA A CATEGORIA MOUNTAIN BIKE

PARA A COPA SÃO PAULO DE CICLISMOO

 

Visando não descaracterizar o tipo de Bicicleta/ Equipamentos utilizados nessa Categoria, denominada “Mountain Bike no asfalto” ou “Mountain-Speed”, como é assim denominada, e visando dar maior igualdade de condições a todos os atletas participantes dessa Categoria no que diz respeito à utilização de equipamentos, FICOU ESTABELECIDO, A PARTIR DO MÊS 08/2010, por decisão dos diretores/ árbitros da Copa São Paulo de Ciclismo, os seguintes itens a serem verificados e respeitados quanto ao equipamento (bicicletas) e passível de sanção disciplinar e desclassificação, a saber:

 

– QUADRO: É permitida a utilização apenas de quadros específicos e característicos de bicicletas de Mountain Bike, sendo vedado o uso de quaisquer outros tipos de quadros, como os de bicicletas de estrada (Speed), ciclo-cross e outras;

 

– GUIDÃO: É permitida a utilização apenas de guidões convencionais para bicicletas de Mountain Bike (reto), com proibição de qualquer outro, ficando liberada a utilização de “bar-hands” e proibida a utilização de clips ou extensores de guidão;

 

– RODAS: Será permitida a utilização de rodas de AROS 26’, 27.2’ e 29’ com perfil alto ou baixo e qualquer número de raios, ficando proibida – por questões de segurança – a utilização de rodas com raios laminados ou qualquer outro formato cortante, e DESDE QUE SEJAM COM AROS E PNEUS SLICK PARA BICICLETAS DE MOUNTAIN BIKE. O atleta que utilizar rodas aro 27’ típicas para bicicletas de estrada (Speed) será desclassificado da Prova (ou impedido de largar, caso o diretor de Prova constate a utilização).

 

– GARFO: Fica liberado a utilização de quaisquer tipos de garfos, com ou sem suspensão, retos ou curvos, de um ou dois braços, desde que caibam as rodas nos diâmetros 26’, 27’2 ou 29’, devendo ser a roda dianteira na mesma medida da roda traseira;

 

– PNEUS: Fica liberado o uso de qualquer tipo de pneu, clincher com ou sem arame, pneus sem câmara, com câmara de ar convencional, etc, com ou sem cravos, obviamente do tamanho das rodas acima estipuladas (aros 26, 27’2 ou 29);

 

– FREIOS: Fica liberado a utilização de qualquer tipo de freios, sejam eles cantilever, v-brake, disco ou qualquer outro;

 

– TRANSMISSÃO: Fica liberada qualquer metragem de transmissão, ou seja, o tamanho das coroas e pinhões, bem como, qualquer tamanho de pedivelas  – 165, 170, 172,5, 175mm, etc, a critério do atleta;

 

– CÂMBIO: Fica liberado qualquer tipo de câmbio, DESDE QUE OS CONVENCIONAIS PARA BICICLETAS DE MOUNTAIN BIKE (distância maior entre as roldanas), com mudadores no guidão.

 

– PEDAIS E SAPATILHAS: É permitida a utilização de qualquer tipo de pedal, de encaixe ou firma-pé, de Mountain Bike ou mesmo de Speed (estrada), bem como, a utilização de qualquer tipo de sapatilha.

 

 

Att.

Wéder Teixeira e Alessandro Giannini – Diretores – Copa São Paulo de Ciclismo/ FPC

Comissários e Árbitros – Federação Paulista de Ciclismo.

Sobre blogdebicicleta

Ola! Sou Virsão, este blog é para ajudar a divulgar o ciclismo, mostrando todas as notícias, fatos, denúncias, provas sobre o esporte caso tenha alguma matéria ou fato a ser públicado nos envie que divulgaremos no blog.
Galeria | Esse post foi publicado em Postadas. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s